´´A NOSSA MISSÃO É FAZER MISSÕES``

´´A NOSSA MISSÃO É FAZER MISSÕES``

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Missões Transculturais: Conceitos e Definições

SEGMENTOS HUMANOS


Segmentação

É o processo de dividir a população do mundo em pequenos segmentos úteis para desenvolver estratégias missionárias de tal maneira que sejam mais facilmente selecionados para evangelizar. Alguns dos segmentos mais úteis são países, povos etnolinguisticos, grupos humanos e cidades.

País

São as entidades geopolíticas (225 dos quais são membros da ONU) que sã identificadas por suas fronteiras estabelecidas e governos mundialmente reconhecidos.

Povo

É um grupo de indivíduos que vivem em grupo e possuem a mesma língua, ou religião, ou etnia, ou morada, ou profissão, ou classe, ou casta social, ou ema combinação desses fatores.

Metrópole

É um termo que pode designar a cidade principal ou capital de um determinado país ou província, ou ainda, alguma cidade que, por algum motivo, exerce influência (cultural, social, econômica) sobre as demais cidades da região metropolitana. Pode designar, também, de forma oficial, a cidade principal de um conjunto de cidades que encontram-se unidas geograficamente. A esse processo de junção das cidades devido ao crescimento horizontal das mesmas, dá-se o nome de “conurbação”. E à região onde ocorre a conurbação, chama-se de “região metropolitana”.

Megalópole

Seria o aglomerado (conurbação) de várias metrópoles ou regiões metropolitanas como, por exemplo, a faixa que se estende pela costa norte-americana desde Boston a Washington e compreende Nova York, Filadélfia e Baltimore, constituindo a maior megalópole do mundo.

Conceitos Relativos aos Povos

• Raça

Conjunto de indivíduos que possuem tronco comum e características semelhantes, dentro da sua espécie, geração, casta, origem, estirpe.

Em antropologia, “é um conceito biológico distinto do de povo, que designa uma unidade cultural, e de nação, que é uma unidade política”.

Em antropologia física, “as raças humanas agrupam-se segundo características de cor de pele, a cor e a forma do cabelo, a configuração do crânio, os grupos sanguíneos etc.”

Baseada na cor da pele, a raça humana divide-se em três grupos étnicos principais:

 Negróide ou homo afer – raça negra ou africana.

 Mongolóide ou homo asiatcus raça amarela ou asiática

 Caucasóide ou homo europaeus – raça branca ou européia.

• valores

São decisões preestabelecidas por uma cultura acerca de situações enfrentadas frequentemente pelo povo e que definem seu comportamento. Por exemplo: para o inglês, o fator tempo, no sentido de pontualidade, faz parte do conjunto de seus valores. Daí o ditado: “pontualidade britânica”.



• Etnia

É o aglomerado humano homogêneo, com uma vida social, material e psíquica formada em moldes idênticos. Uma etnia é formada por um conjunto de características somáticas, lingüísticas e culturais semelhantes.

A etnia contrapõe a palavra raça, no sentido de grupo humano de determinado por caracteres somáticos, significa o grupo humano caracterizado pela sua psicologia e cultura, ou seja,pelas suas propriedades noológicas (relativo ao pensamento e ao espírito humano).

• Nação

É o grupo de cidadãos de um Estado, vivendo no mesmo território sujeitos a um mesmo governo e regidos pelas mesmas leis e interesses.

• Nação versus Etnia

Algumas vezes, fazemos confusão no uso destes dois termos. Entretanto, a confusão acaba quando afirmamos que a “nação” é um grupo de indivíduos da mesma etnia ou não, regidos politicamente por um mesmo governo e pelas mesmas leis. Por exemplo: a Espanha é uma nação constituída por várias etnias (basca, galega, catalã, etc.). Já Portugal, é constituída por apenas uma etnia (lusitana ou portuguesa). Outrora, Portugal era uma das etnias pertencentes à nação espanhola, que se tornou independente em 1128. já o Brasil é uma nação constituída por várias etnias (as etnias nativas e as colonizadoras).

TIPOS DE POVOS

• Povo Etnolinguistico

É um grupo étnico ou racial distinto de outros que fala o mesmo idioma ou língua materna. Pode se encontrar vivendo dentro de um só país ou distribuído por vários.

• Mega Povo

Um povo etnolingüístico com população acima de um milhão.

• Mini Povo

Tipo de "povo etnolingüístico" só que menor. Muitas vezes um povo etnolingüístico grande ("mega-povo") contém vários mini-povos. Do ponto de vista evangelístico trata-se do maior grupo dentro do qual o evangelho pode se espalhar através de um movimento de implantação de igrejas sem encontrar barreiras de entendimento ou aceitação. Também conhecido como "povo unimax".

• Povo Sócio-econômico

Um grupo humano cujos membros se sentem "vinculados" por algum tipo de afinidade ligada à classe econômica, profissão, bairro, hobby orientação política ou religiosa.



ALCANÇANDO UM POVO

• Povo não-alcançado

Um grupo humano (povo) dentro do qual não existe uma comunidade de crentes que dispõe de pessoas ou recursos suficientes para evangelizar o restante do próprio povo e portanto precisam de um esforço missionário de fora principalmente transcultural.

• Povo fronteiriço

Este termo enfatiza a necessidade de que alguém atravesse certas barreiras culturais ou lingüísticas que separam o povo dos demais onde já existe uma igreja que pode alcançá-lo. Sinônimo de "povo não-alcançado".

• Povo oculto

Esta denominação salienta que o grupo falando em termos práticos está fora de vista e consideração (atenção) da igreja de Jesus Cristo mesmo que se encontre dentro de seu alcance geográfico. Sinônimo de "povo não-alcançado".

• Povo não-penetrado

Esta expressão destaca a idéia da necessidade de um esforço missionário transcultural inicial para depois continuar com o trabalho evangelístico normal do povo. Sinônimo de "povo não-alcançado".

• Movimento de Povo

Trata-se de quando um determinado povo responde ao evangelho de forma tão positiva que produz uma conversão maciça.

• Movimento missionário

Quando uma igreja implantada num campo missionário se transforma numa força que envia missionários transculturais para levar o evangelho a outros povos não-alcançados.



TIPOS DE PAÍSES E MISSIONÁRIOS

• País de acesso restrito limitado ou criativo

País cujo governo limita por razões políticas ou religiosas a entrada de missionários estrangeiros que desejam se radicar nele. Freqüentemente tal acesso se limita devido a cotas reduzidas para vistos missionários ou prazos de permanência cada vez mais curtos.

• País fechado

País cujo governo fechou as portas para a entrada de missionários do estrangeiro negando-lhes vistos de permanência.

• Missionário bi-vocacional fazedor de tendas

Missionário com uma profissão dupla servindo como profissional em um país de acesso restrito ou fechado e realizando ao mesmo tempo um ministério evangelístico de tempo parcial.

• Missionário não-residente

Missionário que está servindo em algum país de acesso restrito ou fechado e que por isso se vê impossibilitado de residir ali. Desenvolve seu trabalho a partir de um país próximo visitando freqüentemente o país-alvo e realizando seu ministério de forma itinerante.



Estatística de povos em cada país. Site: www.comibam.org. 27/02/2010



DEFININDO POVOS NÃO-ALCANÇADOS

Nos dias de hoje, são três as características utilizadas para definir um povo como não-alcançado. Cada característica possui pontos positivos e negativos. A seguir, estudaremos as três descrições clássicas usadas internacionalmente em missiologia:

• Um povo é considerado não-alcançado quando não possui uma igreja cristã evangélica conhecida e nem tem crentes.

• Um povo é considerado não alcançado quando em sua população o número de cristãos é inferior a 20%. Porém, essa definição considera os católicos e outros grupos não evangélicos como cristãos.

• Um povo é considerado não alcançado quando não há uma igreja representativamente forte para evangelizar o restante do próprio povo. O ponto fraco desta definição é que, até agora, não foi elaborado nenhum critério para se determinar quando uma igreja se enquadra nesta condição.

Por trás de grande parte da força motivadora para mobilização desta iniciativa missionária no meio destes povos está a ênfase na sua condição de não alcançado, isto é, no fato de não terem ouvido as Boas Novas da graça e do amor de Cristo. As orações, o recrutamento missionário, a arrecadação de fundos e as pesquisas vem sendo aceleradas pela triste realidade de grupos humanos inteiros que correm o risco de não se salvarem caso não tenham a oportunidade de receber um testemunho evangélico bem definido.

No entanto, embora o fato de concentrar-se no caráter de não-alcançado de tais povos estimule um interesse concreto e profundo pelos perdidos, isso não nos proporciona uma orientação prática para alcança-los. E, afinal, essa é a direção na qual o verdadeiro interesse missionário deve nos levar. Como podemos alcançar os povos não-alcançados.



O DESAFIO DOS NÃO-ALCANÇAVEIS

Os grupos não-alcançados estão presentes em todo mundo, porém sua maior concentração se dá na Ásia e na áfrica. Esses povos podem ser divididos da seguinte maneira:

• 200 povos não tribais na Europa e na América Latina

• 4.300 grupos (povos) asiáticos

• 3.500 grupos tribais

• 4.000 grupos muçulmanos.

Estima-se que existam mais de 5.000.000 de congregações evangélicas ao redor do mundo. Então, levando em consideração que há 12.000 grupos não-alcançados, isso significa que a relação igreja/grupo não-alcançado é de 461/1, ou seja, há mais de 400 congregações evangélicas para cada um dos grupos ainda não-alcançados.

Isso nos leva a concluir que, com tais proporções favoráveis, até do ponto de vista humano, é totalmente viável e possível alcançarmos estes povos em pouco tempo.

Dos 24.000 diferentes povos do mundo, 46% ainda não foram alcançados pelo Evangelho. Quem lhes falará do amor de Deus em Cristo?

Podemos dar graças a Deus, porque existe uma igreja evangélica em todos os países do mundo, embora isto não signifique que onde haja uma igreja evangélica o povo seja considerado alcançado pelo Evangelho. Para que isso aconteça, é necessário que pelo menos 20% da população tenham sido evangelizados.



Povos sem a presença o Evangelho. www.comiban.org



A IMPORTÂNCIA DOS POVOS PARA DEUS

Deus sempre deu importância aos povos do mundo e ás suas respectivas culturas. A benção prometida por Deus e Abraão tinha como alvo todas as famílias (clãs, etnias) da terra (Gn 12.3). Israel foi chamado para ser um povo sacerdotal, servindo de elo entre Deus e todos os povos do mundo (Ex 19.5-6).

Os salmos realçam a visão de Deus, no sentido de alcançar os povos (Sl 67). A Grande Comissão que Jesus deu aos discípulos focalizou “todas as etnias” (Mt 28.19). O dia de Pentecostes reuniu pessoas de “todas as nações (povos) da terra” (At 2.5). E a história chegará a seu grande desfecho, quando se encontrarem diante do trono pessoas de “todas as nações, tribos, línguas e povos” (Ap 5.9-10).

Nenhum comentário:

Postar um comentário